Apadrinhamento Afetivo de Crianças

 Clique AQUI e veja os municípios que possuem Programa de Apadrinhamento Afetivo
O que é apadrinhamento afetivo?
Apadrinhar afetivamente uma criança é permitir que ela passe algum tempo com você, por alguns períodos, um dia da semana ou o final de semana, sem implicar qualquer vínculo jurídico.
O Padrinho ou Madrinha é alguém que queira auxiliar e acompanhar a vida de uma criança ou adolescente que está em um abrigo, e que tem pouca possibilidade de ser adotado.
Cada padrinho ou madrinha terá liberdade de escolher lugares para passear, ocasiões e demais atividades para realizar com o afilhado, participando efetivamente da vida da criança ou adolescente.
O que posso fazer com meu afilhado afetivo?
Veja as atividades que podem ser feitas com seu afilhado afetivo:

 Levar para passear;
 Acompanhar e ajudar nas tarefas da escola;
 Levar ao médico e ao dentista;
 Realizar brincadeiras em dias de visita ao abrigo;
 Levar (se desejado) o afilhado para passar um dia ou fim de semana em sua residencia.
Quem pode apadrinhar?
Veja os critérios para o Apadrinhamento Afetivo:

 Ter disponibilidade de tempo para participar efetivamente da vida do(a) afilhado(a) (visitas ao abrigo, a escola, passeios, etc.);
 Ter mais de 21 anos (respeitando a diferença de ser 16 anos mais velho do que a criança ou adolescente);
 Participar das oficinas e reuniões com a equipe técnica do projeto;
 Apresentar toda a documentação exigida;
 Consentir visitas técnica na sua residência;
 Respeitar as regras e normas colocadas pelos responsáveis do projeto e dos abrigos.
Depoimentos sobre Apadrinhamento Afetivo
Como apadrinhar?
Você pode entrar em contato diretamente com o abrigo de seu interesse, ou falar com alguma instituição que intermediam o apadrinhamento afetivo em diversos abrigos. Veja algumas instituições reconhecidas que intermediam o apadrinhamento afetivo de crianças:
 Instituto Amigos de Lucas - Rio Grande do Sul
 Quintal de Ana - Rio de Janeiro
 Projeto Apadrinhar - Rio de Janeiro
 Projeto Recriar - Paraná
 Educriança - São Paulo
 Apadrinhamento Afetivo em Paulínia/SP - São Paulo
 Projeto Aconchego - Distrito Federal
 Núcleo de Apadrinhamento Estrela Guia - Pernambuco
 Programa de Apadrinhamento - Sergipe
 Projeto Anjo da Guarda - Goiás
 Centro de Voluntariado de Apoio ao Menor (CEVAM) - Minas Gerais
 Projeto Padrinhos - Mato Grosso

Apadrinhamento Financeiro de Crianças

O que é apadrinhamento financeiro?
Apadrinhar uma criança é contribuir com uma pequena quantia mensal, para atender as necessidades básicas da criança: alimentação, roupas, remédios, material escolar.
Essa quantia não é dada diretamente para a criança ou sua familia, e sim para a instituição onde ela se encontra, ou para um projeto social do qual a criança participa.
Após o apadrinhamento, você passa a acompanhar a vida da criança através de relatórios periódicos, que mostram fotos, como ela está de saúde, como está seu desempenho escolar, entre outros assuntos. Pode trocar cartas com a criança, enviar presentes, e até visita-la. Fica a seu critério.
Você pode interromper a qualquer momento o apadrinhamento. Ou seja, caso você esteja passando por um periodo de dificuldades financeiras, pode cancelar o apadrinhamento, e retornar posteriormente.
Você pode apadrinhar quantas crianças quiser!
Como apadrinhar?
A forma mais prática para apadrinhar uma criança é contribuir para uma das instituições confiáveis que intermediam o apadrinhamento de crianças. Estas instituições recolhem as doações, e repassam para os projetos de sua responsabilidade. E ligam você a uma determinada criança, ou seja, você sabe exatamente que criança está apadrinhando.
Veja algumas instituições reconhecidas que intermediam o apadrinhamento de crianças:!
ChildFund Brasil - Fundo para Crianças
Mensalidade de R$ 52,00
ActionAid
Mensalidade de R$ 35,00
Visão Mundial
Mensalidade de R$ 40,00